Babá

baba

Uma garota de 16 anos estava cuidando de dois jovens garotos. Os pais deles voltariam muito mais tarde, então ela deixou que eles ficassem acordados, assistindo à TV.

Um dos garotos estava mudando de canais quando parou em uma reportagem urgente. O repórter dizia que um assassino insano havia escapado do asilo próximo e estava fugindo das autoridades, armado com uma machadinha. A polícia avisava para os cidadãos trancarem suas casas para evitarem o homem extremamente perigoso.

Os garotos entraram em pânico, e a babá os levou para dormirem. Enquanto ajeitava as camas, eles ficaram perguntando se tudo estava trancado, e ela garantiu que a casa estava segura. Com eles deitados, ela voltou o andar de baixo para ver TV.

Algum tempo depois, um dos garotos acordou assustado, com um forte estrondo. Em dúvida se era a imaginação ou algo real, ele levantou e escutou. Depois de um tempo, ele ouviu sons estranhos vindo do andar de baixo.

Arrastando. Thump thump arrastando. Thump thump arrastando.

Ele achou que era apenas o sono, ou que talvez fosse o barulho da TV no andar de baixo.

Thump thump arrastando. Thump thump arrastando. Thump thump arrastando.

Assustado, o garoto acordou o irmão, e juntos eles arrastaram as camas e barricaram a porta, se trancando dentro do quarto.

Thump thump arrastando. Thump thump arrastando. Thump thump.

Os sons pararam afinal, mas os garotos estavam assustados demais para saírem. Por horas eles ficaram abraçados no canto, encarando a porta barricada.

No meio da noite, quando os pais deles voltaram, ficaram horrorizados com a cena horrenda que acharam. Um rastro de sangue levava da sala para o andar de cima. Em pânico, eles gritaram o nome dos filhos, que prontamente liberaram a porta.

Jazendo no topo das escadas, em uma poça do próprio sangue, estava a babá. Os braços haviam sido cortados na altura dos cotovelos, e as pernas arrancadas na altura dos joelhos. Ela havia usado os membros amputados para se arrastar pelas escadas, tentando avisar os garotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *