Catalyst – A Rogue One Story

País de Origem: EUA

Autor: James Luceno

Data de Publicação: 15 de novembro de 2016

Gênero: Ficção científica

As Guerras Clônicas estão rasgando a galáxia enquanto a República e os Separatistas se enfrentam no conflito sangrento, mas, por trás das cortinas dos segredos, uma outra guerra é travada.

Tendo recuperado as informações sobre uma poderosa estação bélica que Dookan e os Separatistas planejam construir, a República reuniu um time dos sonhos científico para estudar os planos capturados e começar a construção de uma estação idêntica, mas para a República. À frente do projeto está o Tenente Comandante Orson Krennic, um homem ambicioso e incansável que acredita que a construção da estação é realmente a melhor saída para trazer a paz para a galáxia, mesmo que seja por meio do medo.

No planeta neutro Vallt, Galen e Lyra Erso, junto com uma equipe de cientistas locais, realizam extensas pesquisas de cristais kyber sintéticos, buscando uma solução para dar energia renovável sustentável praticamente infindável para a galáxia. O casal tem uma postura neutra, tendo se afastado o máximo possível da guerra, mas o conflito se aproxima quando o comando de Vallt se alia aos Separatistas em um golpe, e os Erso são aprisionados para que Galen seja convencido a trabalhar para Dookan. Lyra está grávida da futura Jyn, e assim acaba recebendo um tratamento bem mais tranquilo, ao contrário de Galen, que é aprisionado em uma cela fechada e espartana para que a sua moralidade e resistência seja quebrada.

Quando notícias da prisão dos Erso chegam a Krennic, ele vê uma oportunidade mais do que perfeita: Galen havia feito grandes avanços no campo energético, e era o ser mais indicado para desenvolver o sistema de energia para a vasta estação bélica, que é um projeto sem precedentes que promete, se bem-sucedido, revolucionar conceitos de construção e engenharia.

Apresentando a proposta de libertar os Erso para conquistar a simpatia de Galen para o vice-chanceler Mas Amedda, Krennic embarca então em uma campanha brutal que moldará a sua carreira, a vida da família Erso e também o futuro de toda a galáxia, que tremerá quando a poderosa Estrela da Morte cruzar os céus.


Catalyst, a prequência de Rogue One, apresenta a história muito envolvente sobre o desenvolvimento e a construção da temida Estrela da Morte, que agora sabemos estar em criação desde os anos finais da República. Os planos, mostrados ao final de Ataque dos Clones, sem dúvidas foram guiados por Darth Sidious para as mãos republicanas, já planejando a derrota dos Separatistas e garantindo assim que o próprio governo que seria transformado no Império se ocuparia de criar a arma mais poderosa jamais vista em toda a história.

O crescimento de Krennic como um vilão é muito marcado por sua ambição de subir na hierarquia da República e, depois, do Império, vencendo os seus rivais e eliminando qualquer ameaça sem hesitação, e fazendo o possível para se aliar com indivíduos de poder para cair nas graças do Imperador. Ele vê a sua amizade com Galen como uma carta de manobra com o cientista, usando os velhos tempos compartilhados como os primeiros degraus para integrá-lo ao programa Poder Celeste, que na teoria busca uma fonte de energia nova para a República, mas na prática alimentará o temido superlaser da Estrela da Morte.

Galen e Lyra também são personagens marcantes, dois opostos que se atraíram em um amor forte e duradouro, capaz de suportar até as maiores dificuldades que Krennic lança sobre o casal, para manter Galen concentrado no projeto e afastar as distrações que a mulher e a filha poderiam causar. O cientista é movido por uma vontade quase infindável de desvendar os mistérios do kyber, às vezes conflitando com as crenças de Lyra sobre a Força, mas não tarda para ele abrir os olhos e ver a verdade do caminho sombrio e tortuoso que Krennic havia traçado para ele.

Temos também a aparição de Saw Gerrera, em sua carreira de lutador guerrilheiro que nos é apresentada em Rogue One, que teve uma participação importante para salvar os Erso de Krennic e garantir que a Estrela da Morte demorasse ainda décadas para ser lançada sobre a galáxia. Ele ainda não é o soldado extremista que se afastou da Aliança Rebelde, mas já luta pelo que acha certo, não temendo a morte nas mãos imperiais para defender a liberdade dos inocentes.

Uma leitura excelente, o livro deixa os leitores no ponto certo para assistirem Rogue One. Infelizmente ele ainda não foi lançado em português por conta de brigas pelos direitos de tradução, mas a versão original em inglês já está disponível para os fãs.




Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *