Drive-In

Não é dessa Terra. Eu sempre fui um grande fã desse tipo de filmes. Quando criança, eu sempre gostei dos contos insanos de polvos assassinos do espaço sideral e de homens-lobo se escondendo nos porões. Ir ao drive-in, sentar em meu DeSoto, fumar meus Winstons e assistir Beverly Garland desfilar pela tela gigantesca é a minha forma favorita de passar uma noite.

Quando a personagem de Beverly começou a chamar a polícia, o Ford ao lado começou a balançar. Rindo comigo mesmo, abri outra Coca-Cola e deixei os dois amantes fazerem o que queriam.

Sem gemidos. Apenas gritos espantados. Uma mão com oito dedos se apertou contra o vidro. Beverly gritou, e eu também.


Extraído de Reddit

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *