O que é o Ano Bissexto?

Ano Bissexto

A cada quatro anos temos um ano bissexto, no qual é acrescentado um dia ao mês de fevereiro, o menor mês do nosso calendário. Isso se deve a um ajuste necessário para o nosso calendário, por causa de uma situação interessante.

O nosso ano tem 365 dias. No entanto, o ano solar, ou seja, o tempo que a Terra leva para dar uma volta ao redor do Sol, tem 365 dias, 5 horas, 48 minutos e 46 segundos. A diferença parece ser pequena em comparação a outros eventos cósmicos, mas teria grandes impactos na nossa sociedade, tão dependente de controles precisos, visto que alteraria datas como início de estações, o que prejudicaria o planejamento para a agricultura.

Para resolver o problema, os antigos egípcios e romanos decidiram introduzir um dia a mais a cada quatro anos para compensar esse arredondamento. Júlio César, que trouxe a ideia do ano bissexto do Egito para o Ocidente, determinou que o mês de fevereiro, o menor, receberia o dia a mais, e o termo “bissexto” veio da frase em latim antediem bis-sextum Calendas Martii (significando De novo o sexto dia antes das Calendas de Março).

Existem três regras básicas para se descobrir se um ano é bissexto ou não:

1 – Todo ano divisível por 4 é bissexto.

2 – Todo ano quando divisível por 100 não é ano bissexto.

3 – Mas, se o ano for também divisível por 400 é ano bissexto.

Agora surge também uma dúvida: e o que acontece com quem nasce no dia 29 de fevereiro?

Em anos anteriores o governo efetuava o registro no dia 28 de fevereiro ou em 1º de março, exatamente para evitar problemas, mas atualmente é possível registrar o seu nascimento no dia correto, visto que os sistemas informatizados foram preparados para isso. Quem nasce pode ser registrado direto, e para os mais velhos é possível pedir a retificação dos dados para marcar a data correta. E, para comemorar aniversários, alguns escolhem outros dias, enquanto alguns mais festivos esperam para dar uma grande festa a cada quatro anos para juntar quatro comemorações em uma só.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *